6 dicas para aplicar o modelo de atribuição

Como aplicar o modelo de atribuição, entender a jornada de compra do consumidor de forma holística e otimizar investimentos.

navegg-6-dicas-para-aplicar-um-modelo-de-atribuicao

Modelo de atribuição é um método para mensurar as ações de marketing de uma forma mais efetiva pois viabiliza uma visão holística da jornada que o consumidor percorreu até chegar à conclusão da compra. Este método compreende a importância que cada esforço de marketing, pago ou não, tem no processo de compra e leva em conta não só o last-click mas também todas as etapas anteriores. Dessa forma, cada esforço de marketing recebe o seu crédito e todo o mérito não é entregue apenas ao last-click. Para você, que já compreendeu a importância desta metodologia para analisar com eficiência e otimizar os custos de marketing, separamos 6 dicas para aplicar o modelo de atribuição.

 

1.Você precisa do modelo de atribuição?

A primeira coisa a ser feita, é verificar se você precisa implantar um modelo de atribuição. Há empresas que conseguem conversões após um ou dois pontos de contato com o potencial cliente. Por exemplo, a empresa fez um anúncio, o consumidor entrou em seu site e converteu. Simples assim. A menos que a sua empresa tenha um ciclo de vendas curto como este, você precisa do modelo de atribuição para compreender o que acontece em cada canal (e-mkt, display, Facebook Ads, visita em site, clique no detalhe do produto e etc) que você utiliza.   

 

2. Defina o que você quer descobrir e colete os dados necessários

O que você quer medir? Reveja suas metas de marketing e de ROI para avaliar o que é importante para você. O que é uma conversão no seu negócio? Quais ações de marketing você realiza? Quais são os touchpoints de marketing com o seu cliente por meio da sua jornada de compra? Quais páginas do seu site são acessadas pelo seu cliente antes da conversão? Reflita sobre todas estas informações, para decidir o que precisa ser feito, tecnicamente, para traquear e coletar os dados de cada canal.  

 

3. A jornada de compra do seu consumidor

Tenha em mente a jornada de compra do seu consumidor para interpretar as informações que o seu modelo de atribuição. Podem existir fontes de tráfego mais valiosas que outras para uma etapa da jornada de compra. Depois, é claro, o próprio modelo de atribuição te ajudará a definir se a jornada é aquela mesma ou se há alguma alteração.

navegg-a-jornada-de-compra-do-consumidor-esquema

4. Não é complexo como parece. Nem caro. De fato, pode ser gratuito.

Se você parar para pesquisar um pouco mais sobre modelos de atribuição, vai ter a sensação de que isso é muito complexo e caro. Tenha calma. Há plataformas no mercado, como a da Navegg  que possui, entre outras funcionalidades, a opção de modelo de atribuição de forma prática, intuitiva, simples e gratuita.

 

5. Não duplique conversões

Na hora de configurar o seu modelo de atribuição, tome cuidado para que não haja dois canais recebendo crédito por uma mesma conversão.

 

6. Será que os canais têm o papel que você acredita que eles tenham no modelo de atribuição?

Quando você implantar um modelo de atribuição, poderá observar que, por vezes, o papel que você credita a um canal pode ser diferente do que ele realmente cumpre. Por exemplo, será que cliques de busca orgânica contribuem mais para a fase de conversão ou de descoberta? Será que o tráfego oriundo de anúncios do Facebook não trazem mais pessoas prontas para a conversão?

 

Com estas 6 dicas você estará no caminho certo para aplicar um modelo de atribuição que compreende por completo a jornada de compra do seu cliente e poderá, de fato, otimizar seus investimentos em marketing.

Leia também

8 tendências para 2017

A Navegg fez um estudo e apresenta as 8 tendências para 2017 e o marketing digital.

Navegg lança 55 novos segmentos de Moda e Beleza, Viagem e Turismo e Veículos

Confira os novos segmentos da Navegg já disponíveis para ativação.

Modelo de atribuição: a visão holística da jornada de compra

Modelo de atribuição é um método sofisticado utilizado para compreender o processo de decisão de compra de forma holística.