Retargeting: como utilizá-lo sem irritar seu público

Entenda melhor o conceito de retargeting e veja dicas de como utilizá-lo sem irritar seu público.

Retargeting: como utilizá-lo sem irritar seu público

Você já ouviu falar no termo retargeting? Ele é bastante utilizado por profissionais da área digital e é ideal para alavancar as vendas de uma empresa entre o público que já demonstrou interesse em algum produto. Entenda melhor o conceito de retargeting e veja dicas de como utilizá-lo sem irritar seu público.

 

Retargeting em detalhes

Em poucas palavras, o retargeting é o conceito criado para vender o produto para um cliente que já teve interesse nele. E ele acontece com mais frequência do que você imagina! Provavelmente você já percebeu anúncios em sites variados mostrando exatamente um produto que você pesquisou e teve interesse. E isso não é coincidência, mas sim resultado de uma campanha de retargeting.

Pense no cenário: o cliente entrou em um certo e-commerce em busca de uma televisão. Após entrar na página da televisão desejada, acabou por sair do site sem fazer a compra, independente do motivo. Após o cliente sair do e-commerce e começar a navegar por outros sites variados, os anúncios exibidos podem ser personalizados e mostrar foto e preço da mesma televisão que ele pesquisou mas não comprou. E é possível ir além e oferecer atrativos como frete grátis, maior variedade de funcionalidades, descontos etc.

Com essa técnica, a probabilidade do cliente voltar ao site e comprar a televisão desejada cresce ainda mais. Em média, o visitante que retorna ao site tem 200% mais chance de finalizar a compra do que um novo visitante. Por isso o retargeting costuma traduzir-se em receita para uma empresa.

Reduzir-custo-com-eficiencia

Quando o retargeting não funciona?

O retargeting não funciona se os cookies estão desativados ou foram apagados. E, mais importante, não funciona quando irrita o público.

Como criar uma campanha de sucesso sem irritar o público

Há três maneiras de encontrar o equilíbrio entre ser muito agressivo e ser muito passivo quando se trata de retargeting:

1. Segmentando os assuntos de sua audiência

Segmentar o seu público-alvo é uma ótima ideia, de modo que você pode criar mensagens personalizadas para determinados grupos de visitantes. A maioria das empresas segmentam sua audiência em termos das páginas que cada um visitou. Isso garante irritar menos os visitantes e gerar mais interessados na empresa.

2. Remover visitantes da campanha após 30 dias

Você tem a capacidade de remover certos membros entre aqueles que são alvo da campanha. Você deve se certificar de que não irá continuar a enviar mensagens para clientes que já fizeram uma compra na empresa e não enviar mensagens para aqueles que não fizeram compras no prazo de 30 dias. Se alguém vê seus anúncios de forma contínua por 30 dias e ainda não fez uma compra, as chances são de que ele realmente não está interessado. E insistir nisso queima a empresa com seu público.

3. Não sobrecarregue o público com anúncios

A maioria das pessoas não vai se importar com um anúncio por dia, mas com um número maior irão ficar irritados. Você deve se certificar de que mostrará aproximadamente 20 anúncios por visitantes durante todo o mês.

Em última análise, o mais importante é lembrar que o retargeting não deve parecer uma perseguição. Ele pode ser útil se utilizado da maneira correta. Conheça os sete modelos de retargeting.

Leia também

2017 Gartner Hype Cycle for Digital Marketing & Advertising

Como já é tradição, vamos analisar a edição de 2017 Gartner Hype Cycle – a consultoria americana de tecnologia dedicada a analisar vários setores [...]

8 tendências para 2017

A Navegg fez um estudo e apresenta as 8 tendências para 2017 e o marketing digital.

Navegg lança 55 novos segmentos de Moda e Beleza, Viagem e Turismo e Veículos

Confira os novos segmentos da Navegg já disponíveis para ativação.