O futuro da publicidade digital está no Big Data?

O futuro da publicidade digital está no big data pois a coleta e a análise das informações de audiência online possibilitam campanhas assertivas.

o-futuro-da-publicidade-digital-esta-no-big-data

Há várias aplicações para o Big Data –  a capacidade de se armazenar a maior quantidade possível de informações, estruturadas ou não, para uma análise ou correlação futura. Todas elas impactarão o futuro da publicidade digital, principalmente no que se refere aos chamados “dados de audiência”, informações que veículos e anunciantes podem acumular sobre cada internauta, para uso em tempo real em campanhas. As fontes dessas informações são as mais diversas: vão desde comportamento de navegação a cadastros em lojas e redes sociais. Mas o fato é que trabalhar com dados, entregar para cada consumidor, individualmente, um anúncio diferente, tornou-se parte fundamental do dia a dia do marketing online.

Quando se automatiza a compra de mídia é necessário cercar-se de informações para que se compre o melhor espaço para a divulgação de uma campanha. Nesse ponto, dados de audiência têm um papel essencial. Com eles, é possível conseguir campanhas mais assertivas mesmo quando não se tem controle sobre onde os anúncios serão exibidos – troca-se o target por placement e o resultado que o futuro da publicidade digital aconteça pessoa-a-pessoa – isso, combinado ao monitoramento em tempo real da performance das campanhas, amplia as possibilidades de sucesso do anunciante.

Usar os dados de audiência para prever comportamentos futuros, também pode ser útil para quem precisa ampliar seu público-alvo. Isso pode ser feito com técnicas de look-alike modeling, por exemplo, que cria clusters de pessoas com tendências e gostos semelhantes ao de seu público mais significativo, como os que mais convertem. Da mesma forma, se você obteve sucesso impactando um grupo de pessoas com um anúncio, pode repetir esse sucesso com usuários semelhantes.

Comprar mídia e falar com as pessoas certas significa otimização de investimento. Com dados de audiência, vindo de cadastros, ou da análise do comportamento digital dos usuários dentro e fora do seu site, pode-se criar campanhas mais inteligentes e focadas, que trazem os resultados que anunciantes e agências esperam.

Originalmente publicado em: http://digitalks.com.br/artigos/o-futuro-da-publicidade-digital-esta-no-big-data/

Leia também

Vaga para Front-end Developer

Confira a nova oportunidade da Navegg: vaga para Front-end Developer em Curitiba-PR.

Vaga para Back-end Developer

Confira a nova oportunidade da Navegg: vaga para Back-end Developer em Curitiba-PR.

As preocupações do eleitor brasileiro em 2018

Confira o que mudou na preocupação do eleitor brasileiro desde a última eleição presidencial.